Ofendendo a Deus somos pior que "o nada" (Sermão: XXI. Domingo depois de Pentecostes)

Ofendendo a Deus somos pior que "o nada" (Sermão: XXI. Domingo depois de Pentecostes)